Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Feliz Aniversário, ILHA COMPRIDA!!!

Feliz Aniversário, ILHA COMPRIDA!!!

por CMIC — publicado 27/10/2021 00h15, última modificação 25/10/2021 11h37
A cidade de Ilha Comprida comemora hoje seu 30º Aniversário de Emancipação Política e Administrativa. Infelizmente, devido a pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19) a presença na Sessão Solene será restrita aos convidados.

 

ANIVERSÁRIO DA CIDADE

- DATAS, IDADE E CURIOSIDADES -

  


CMIC, 27/10/21 - A cidade de Ilha Comprida, comemora neste dia 27 de outubro (terça-feira), 30 anos de Emancipação Política em Administrativa. Infelizmente, devido a pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19) a presença na Sessão Solene em comemoração a esta data especial será restrita aos convidados

O dia inicialmente escolhido para aniversário da cidade era 5 de março e posteriormente foi alterado para o dia 27 de outubro (data oficial atual). Essas são duas datas muitos especiais para a cidade, sendo a primeira, a data em que veto a criação do município, imposto pelo governador Antônio Fleury Filho, foi derrubado pela maioria dos deputados da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo - ALESP, já a segunda, é a data em que a população foi chamada as urnas, em plebiscito, para manifestar através do voto SIM ou NÃO para a criação do novo município.
  

Em resumo:

- 27 de outubro de 1991 - realização do plebiscito e na ocasião o SIM ganhou.

- 05 de março de 1992 - derrubada do veto do governador.    

  

Outra polêmica: qual a idade mesmo?

      

Existiu uma grande polêmica no município em relação a qual seria a idade de nossa cidade e que durou mais de 15 anos.

"Art. 4º - Considerar-se-á o dia de 27 de Outubro de 1991, como data de emancipação político-administrativa do Município, sendo comemorada anualmente como feriado municipal." (LOMIC)

Uns contavam como início 01/01/1993 (data em que o primeiro prefeito e vereadores assumiram seus mandatos), sendo assim teríamos hoje 27 anos de existência municipal.

Outros, iniciavam a contagem a partir da derrubada do veto, ou seja, 05/03/1992, e assim, teríamos 29 anos.

E ainda, outros contavam a data a partir do plebiscito 27/10/1991 e assim comemoraríamos esse ano 30 anos.

Diante dessa grande polêmica, em 2009, a Câmara Municipal, através de seus Vereadores, estabeleceu na Lei Orgânica do Município de Ilha Comprida como data oficial da criação do município 27 de outubro de 1991, em respeito a vontade popular manifestada democraticamente nas urnas durante a realização do plebiscito.

     

Polêmica vencida

    

Durante muitos anos tivemos uma "polêmica" em relação ao pronome gentílico oficial da cidade.

Em relação a esse tema e sem preocupação gramatical, já foram utilizadas os seguintes termos e grafias: ilhacompridense, ilha-compridense, Ilha-Compridense, ilha compridense, Ilha Compridense e ainda já foi sugerido "ilhapridense" .

No ano passado, em consulta da Câmara Municipal, a Acadêmia Brasileira de Letras (ABL) sacramentou como correto o termo "ilha-compridense" e dessa forma pôs fim a essa apaixonada discussão.

Polêmicas a parte, como fato histórico, vale informar que neste sentido também tiveram ideias muito criativas a exemplo do termo usado para quem nasce em Salvador/BA, soteropolitano, ou em Manaus/AM, manauara, para que ao ser pronunciado, o ouvinte interlocutor percebesse que o nome pronunciado não guardaria uma relação direta como o nome da cidade e isso gerasse uma pergunta do tipo "Mas porque esse nome?" e isso seria uma ótima oportunidade para que cada habitante de nossa cidade, ao responder tal pergunta, esclarecesse o nome inusitado e outras coisas mais, gerando uma espécie de marketing involuntário. Neste sentido surgiu também, em nosso caso, a proposta de: maratayense (Maratayama) ou bachareiense (Cosme Fernandes Pessoa, "o Bacharel") e por aí vai. 

     

Curiosidades


O Hino Municipal foi composto pelo cidadão Ricardo "BATATA" Aguiar (carnavalesco, jornalista, esportista, radialista, autor, compositor, profissional da área de marketing e propaganda) e o Brasão e Bandeira, tem como autor o cidadão Eduardo Gustavo Iglesias – “Rhalil” (popular artista de nossa cidade, cantor e compositor, também conhecido por "Khalil"), ambos foram escolhidos através de um concurso em que várias outras propostas foram também avaliadas, mas que não sensibilizaram tanto os jurados como as desses dois cidadãos acima.

Ambos os símbolos municipais estão repletos de significados e para saber esses pormenores, consulte a legislação sobre esses símbolos clicando AQUI

As cores oficiais do município são: AZUL, BRANCO e VERDE. O AMARELO, segundo a Lei, não faz parte das cores oficiais, embora predomine no brasão e tenha destaque na bandeira.

Quando a Bandeira Municipal for hasteada em conjunto com a bandeira Nacional, estará disposta à esquerda desta; quando a Bandeira Estadual for também hasteada, ficará a Nacional ao centro, ladeada pela Municipal à esquerda e a Estadual à direita.

Para saber um pouco mais sobre nossa história acesse AQUI.

     

LogoIC

Brasão das Armas

     

Bandeira Municipal    

       

Foto Capa: Pousada Icaraí

   

Sessão 'AO VIVO' - 3ª Feira

Sugestões aos Vereadores

Pesquisa de Opinião:

Vencemos a COVID-19?

Resultados

  • Sim.: 2
  • Não.: 3
  • Sim, mas temos que nos cuidar.: 5
  • Não. Ainda estamos longe disso.: 8
  • Dificil definir se sim ou não.: 5
  • Ainda temos que esperar pra saber.: 7
spinner
Total de votos: 30
Tutoriais do Site

SAPL

SAPL

Site Oficial